Como Vender Mais

10 características de um bom vendedor

Sempre que você frequenta uma loja ou contrata um serviço, por exemplo, existe uma certa expectativa de como o vendedor vai te atender e como cuidará de todo o processo de venda junto com você. Por isso, listamos 10 características que um bom vendedor deve ter para conquistar os seus clientes.

Giullia Riente

Escrito por

Giullia Riente

, em

27/9/2021

.


O comportamento do vendedor perfeito é baseado no relacionamento e confiança que ele constrói com o cliente. Ter a sensibilidade de entender quais os sonhos, dores e onde o cliente quer chegar, são pontos importantíssimos que merecem muita atenção.

Existem vendedores que não tem aquele espírito de vendas nato, que a pessoa nasce com ele, mas isso não define se ele será um bom vendedor ou não. É importante que ele seja comprometido e tenha força de vontade de melhorar.

Entenda que as 10 características de um bom vendedor que vamos te falar a seguir, não vão adiantar de nada se você não agir e focar na mudança. Se você busca melhorar como vendedor, comece a agir desde já!

#1. Seja comprometido!

Não seja o tipo de vendedor que faz de tudo para finalizar uma venda, e após o contrato assinado, some e finge que aquele relacionamento que criou com o cliente, nunca existiu.

Pior que esse tipo de vendedor, são aqueles que fazem muitas promessas antes da assinatura do contrato, mas, após fechar a venda, o cliente vê que não era nada daquilo que foi prometido.

A falta de comprometimento com o cliente e com tudo que será entregue para que ele gere os resultados esperados é assustador demais!

Bons vendedores estão comprometidos com seus clientes durante todo o processo de compra e pós venda, eles fazem questão de saber como andam os resultados de seus clientes após a aquisição do produto ou serviço.

Esse tipo de atitude faz com que a confiança do seu cliente por você e pelo o que você vende aumentem bastante.

#2 Ouça o seu cliente

Os clientes percebem tudo que não for verdadeiro durante uma conversa. Eles querem ser ouvidos, entendidos e que você mostre como pode transformar a vida dele para melhor.

Não fique esperando uma brecha em sua conversa com o cliente para logo já falar do seu produto ou serviço. É importante que você mostre com questionamentos e faça com o que seu cliente perceba por si próprio que precisa de você para melhor a vida dele, seja financeira ou pessoal.

Entenda que é sobre o cliente e não sobre você! Deixe ele falar, contar sobre a história da empresa, seus sonhos, dores, ou qualquer outra coisa que ele queira te contar.

Você conhece o seu perfil de cliente ideal? Se ainda não, use esse material para lhe ajudar nisso! Quando você entende com quem fala, é muito mais fácil de quebrar objeções e seguir em outras situações de “saia justa”.


#3. Entenda sobre necessidades

Quando você compra uma blusa, por exemplo, apesar de ter várias camisas dentro do seu armário, você acaba comprando mais uma por impulso. Mas, quando você compra um carro, por exemplo, você pode sanar uma necessidade de locomoção sua, não é algo por impulso.

Entenda que o cliente não vai comprar seu produto ou serviço por impulso, ele comprará por necessidade. Por saber que aquela compra o ajudará.

Por isso, entenda a dor do cliente e mostre que o seu produto ou serviço podem transformar a vida dele. Foque em sanar a necessidade dele.

#4 Explique para o seu cliente todo os processos

Não surpreenda o seu cliente, deixe sempre bem claro sobre todos os processos de compra, contrato, pagamento e outras informações importantes.

O cliente não quer ficar discutindo com você, ele quer que você seja capaz de dizer a ele o que aquela compra envolve, sem surpresas.

Por isso, seja sempre claro e objetivo com ele, nunca minta, omita ou deixe de passar algo. Se a sua relação foi construída a base de confiança, mantenha-a assim.

#5. Seja leal e acredite no seu produto

Um vendedor que acredita no seu produto ou serviço e veste a camisa verdadeiramente, está à frente do vendedor que só está ali para vender. 

Bons vendedores conseguem defender o que vendem muito melhor do que os outros. Eles são tão leais ao seu produto ou serviço, que entendem o verdadeiro valor que eles têm e buscam passar isso para os seus clientes.

Ter essa característica muito forte, ajuda o vendedor com seu relacionamento com os clientes, afinal, ele só busca entregar o melhor e gerar resultados para eles.

#6 Esteja disposto a colaborar

Não pense em vender logo de cara, os clientes querem sentir que você está com eles, num sentimento de colaboração mesmo.

Quando você mostra que está trabalhando mutuamente com ele em busca de alcançar um objetivo e acabar com uma dor, ele vê isso como algo muito positivo e sente ainda mais confiança em você.

Temos um conteúdo muito bom sobre como ajudar o seu cliente em tempos de crise. Tenho certeza que ele irá trazer algumas boas ideias para você, ao finalizar essa leitura, já emenda para esta.

#7 Seja eficiente

Um bom vendedor tem que ter a capacidade de cumprir com alta qualidade tudo aquilo que ele prometeu ao cliente.

Quando isso acontece com eficiência, o cliente percebe o real valor do seu produto ou serviço, sente ainda mais confiança em seu trabalho e as chances dele indicar para alguém são maiores.

Por isso, entenda que a sua eficiência ajuda a empresa como um todo, mas ainda mais nos resultados dos seus clientes, que precisam ser o seu maior foco.

#8 Mostre confiança em suas palavras

Resultados falam mais do que palavras. Busque passar a sua confiança como vendedor para o cliente e mostrar que acredita de fato no seu produto ou serviço.

Entenda que palavras com confiança são importantes sim, mas ter dados e resultados para provar tudo que fala é melhor ainda.

Traga essas duas combinações durante a sua conversa com o cliente e tenha certeza que você apresentou sua melhor versão à ele.

#9 Se planeje sempre

“Desculpa, esqueci de te enviar mas estou fazendo isso agora!”

Não seja esse tipo de vendedor que precisa ser cobrado pelo cliente para enviar alguma informação combinada anteriormente. Se você não gosta quando isso acontece com você e vê essa atitude com descaso, o cliente pensa o mesmo de você.

Falar sobre planejamento parece algo bobo, mas é extremamente importante e precisa receber uma atenção diferenciada. Um bom vendedor precisa planejar a sua rotina para que ela seja produtiva e organizada, focando sempre em bater as suas metas e oferecer o seu melhor ao cliente.

Chegar ao trabalho já com tudo traçado para aquele dia, será um ótimo diferencial que otimiza demais o seu tempo.

#10. Aprenda com os seus erros

Não veja o erro como algo negativo, falhar é uma oportunidade de aprender e melhorar, para que aquilo não se repita novamente. 

Às vezes deslizes são cometidos e está tudo bem com isso, o erro está em não mudar e continuar errando, errando e errando. Afinal, nem toda negociação será perfeita.

Por outro lado, é importante vermos um erro como um freio na autoconfiança em excesso. Quando você acha que sabe fazer de tudo, que é o melhor naquilo que faz e começa a ser um vendedor soberbo, é nesses momentos que abaixa a bola e revê seu comportamento.

Um bom vendedor vê essas situações como forma de melhorar cada vez mais. Erre, entenda o seu erro, ajuste e mude!

Somos humanos, somos falhos, e está tudo bem com isso! Não existe vendedor perfeito, mas é possível se transformar no melhor vendedor que você pode ser, buscando sempre melhorar, sempre ser a sua melhor versão.

Está esperando o que para começar a agir? Faça uma autoanálise sua como vendedor, entenda seus pontos fortes e explore-os, mas foque ainda mais nos seus pontos de melhoria.

Quero te ver no topo nas vendas de sua empresa! Seja sua melhor versão vendedora!

Até a próxima!!




Giullia Riente

Social Media

Conteúdos que você pode gostar.

Receba nosso conteúdo
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.