Assuntos dos e-mails de vendas: como encantar clientes

Seus e-mails começam na linha de assunto. Um dos maiores desafios do mundo do e-mail que gera resultados depende de algumas boas práticas executadas em duas pontas: o remetente (que escreve o e-mail) e a ferramenta utilizada para disparar esse e-mail.

Pensando em ajudar você, preparei neste artigo, dicas e orientações para você escrever assuntos de e-mails de vendas que aumentem a taxa de abertura e claro convertam em mais vendas.

Vem comigo!

Assuntos dos e-mails de vendas: o que preciso saber?

Vendedores e gestores de vendas precisam ser muito assertivos e pontuais na sua comunicação com o prospect, desde o momento de prospecção até o fechamento.

Muitas são as skills que compõem o poder da auto performance em vendas. Um mindset alinhado à vendas, tempo dedicado a entender quem é seu cliente ideal, detectar onde está o gargalo dentro do seu funil, essas e outras atividades vão colaborar para ter um pipe sempre rodando.

E além de todas as tarefas do dia a dia, inclui enviar e receber e-mails constantemente. Seja para se comunicar com sua base ou agendar aquela reunião com o decisor.

E-mail é uma ferramenta poderosa para quem lida com vendas. E por ela ser tão essencial nessa comunicação é que deve ser claro, objetivo e de valor para o cliente.

E claro, sua mensagem no corpo do e-mail é muito importante, mas se o assunto escolhido para encabeçar essa mensagem não for interessante, certamente, o destinatário não abrirá.

A maior guerra de informações está na caixa de entrada. Seu e-mail de vendas compete com outros milhares e acredite seu concorrente pode estar lá também. Então, seja preciso e se destaque também nas linhas de assuntos do e-mails de vendas.

O poder da entregabilidade

O maior poder da entregabilidade está nas mãos do remetente. Claro que, a ferramenta de envio dos e-mails tem um peso e uma responsabilidade.

Mas, a maioria dos provedores está olhando para a reputação de um e-mail, ou seja, a reputação é como o provedor enxerga o remetente.

Essa reputação se divide em dois aspectos:

IP e Domínio

IP: é responsabilidade da sua ferramenta de email marketing 

Domínio: seu domínio que acompanha no remetente, aquilo que vem depois do arroba @ do seu endereço de remetente. Exemplos: Gmail, Yahoo, Outlook, etc.

Nesse outro artigo, você pode conferir como é possível escrever e-mails de prospecção que aumentam 144% a taxa de resposta. Se forem bem construídos vão ajudar no engajamento entre o seu produto/serviço perante o lead e aumentar suas vendas a longo prazo.

Como os provedores avaliam se a reputação é boa ou ruim?

Os provedores interpretam a sua mensagem a cada envio. Existem algoritmos que estão interpretando a interação dos usuários com os seus e-mails. A partir disso, ele estabelece uma reputação atrelada ao seu domínio e uma reputação atrelada ao IP da ferramenta de e-mail marketing que disparou aquele e-mail.

Quanto maior for a reputação, maior será a entregabilidade de e-mails na caixa de entrada.

Quando a reputação é baixa maior será a entrega na caixa de spam. 

Perguntas que você deve fazer antes de começar

Alinhe a mentalidade correta para se relacionar com os clientes de forma correta e escrever assuntos de e-mails de vendas que eles vão sentir o desejo de abrir.

Veja esse Checklist rápido:

  • O que você vende? 

Conhecer seu produto ou serviço é seu dever, mas se você focar nisso vai perder. Que valor está sendo entregue nesse e-mail? Encante seu leitor, o cliente é rei aqui.

  • Para quem você vende?

Pense no porquê seus potenciais clientes comprariam com você. Se coloque no lugar deles e em suas necessidades.

  • O que você pretende (aumento na taxa de abertura, resposta ou etc.)?

Conhecer o porquê de você fazer o que faz, vai ajudar a escrever melhores linhas de assunto de e-mail e fazer com que executem a ação desejada.

  • Como fazê-los responder?

O objetivo do futebol é marcar gol, no e-mail seu objetivo é conduzir para que ele seja aberto, lido e respondido por quem lê.

  • Já existe conexão?

Seus prospects já estão familiarizados com a sua empresa? Conhecem você ou é a primeira vez? Cause uma boa impressão.

  • Por qual razão eles devem abrir o e-mail?

As linhas de assunto de e-mail são vitais para que o destinatário sinta interesse de abri-lo. É uma maneira de você em uma única headline introduzir o que vai ser falado no corpo da mensagem. 

  • Se você recebesse esse e-mail abriria ou jogaria fora?

Pense em suas próprias experiências com e-mails de vendas que chegam na sua caixa de entrada. O que faz você abrir ou não. E não apenas abrir mas continuar a leitura até o final. Se você não clicaria, imagine seus clientes.

  • Valide as linhas de assunto

Veja quais funcionaram ou não. Tudo que você enviar deve ser documentado, analisado e validado. Esse é um fator importante para ver em quais linhas de assuntos seus clientes se envolveram mais ou não. se há algo funcionando, melhore, se não está, mude.

Dicas para criar linhas de assuntos dos e-mails de vendas 

  • Gere curiosidade para o prospect abrir.
  • Tenha cuidado com a quantidade de caracteres, prepare um título que não seja tão longo e apareça na tela do celular, mesmo que travada.
  • Associe o assunto a um ponto interessante do seu e-mail

Quer criar linhas de assuntos de e-mails de vendas interessantes? 

Eles precisam ser:

  1. Real

Crie-os da maneira que você faria em um email ‘real’, como faria com um amigo ou colega de trabalho. Comunique-se como um ser humano real – não como um especialista em marketing insistente que tenta fazer vendas rápidas. Incluir coisas como gírias e expressões idiomáticas (onde apropriado) pode ser uma ótima maneira de fazer isso.

2. Breve

Muitas pessoas só checam e-mails em seus smartphones, portanto, é imperativo manter as linhas de assunto curtas e agradáveis. As linhas de assunto com 4 palavras ou menos parecem ter melhor desempenho. Tente mantê-los curtos e direto ao ponto e veja como vai.

3. Pessoal

Linhas de assunto personalizadas são muito mais eficazes do que um “template pronto” enviado a todos na sua lista. Quando você vê uma linha de assunto que aborda você pessoalmente ou parece ser especificamente voltada para você, é mais provável que você queira abrir e ler o email. 

4. Relevante

Pense por que essa pessoa precisa do seu produto ou serviço. Como esse email de vendas pertence a eles? Além disso, mantenha-o relevante para o corpo do email. Colocar texto não relacionado na linha de assunto pode despertar interesse para alguns, mas também pode fazer com que seu e-mail pareça como spam. E ninguém quer isso, certo?

5. Verdadeiro

Você deve ter como objetivo fazer com que o destinatário do seu e-mail sinta que realmente deseja ajudá-lo, fornecendo esse produto ou serviço a eles. Talvez isso signifique elogiá-los ou comentar um evento em que vocês dois participaram. Tente criar uma conexão genuína em vez de fechar a venda o mais rápido possível.

6. Simples, mas nem tanto

Se a primeira impressão do destinatário parecer fria e muito profissional, eles poderão ver e pensar “argh, não, obrigado”. Algo um pouco mais casual pode ser mais atraente e tornar seu e-mail mais acessível. Você não quer ser muito simples, mas menos é sempre mais.

7. Pergunte

As perguntas podem despertar interesse e incentivar alguém a abrir um email. Esteja você tentando fazê-los se sentirem úteis solicitando informações ou fazendo-os considerar suas próprias necessidades e desejos, as perguntas de vendas são a chave.

8. Mantém a promessa

Independentemente do que a sua linha de assunto prometa, verifique se o corpo do seu email está de acordo com isso. Se você está prometendo facilitar a vida deles, dê a eles um bom negócio – ou o que quer que seja -, você precisa seguir adiante. Não faça promessas falsas ou “clique na isca” para seus clientes em potencial. Isso só levará você a perder negócios.

Depois que você começa a ser criativo com as linhas de assunto, é fácil ficar tentado a ir mais adiante. Certas linhas de assunto podem gerar taxas de abertura incríveis, mas é preciso considerar mais do que apenas essa métrica. Considere o funil geral, beleza?

O seu corpo de email deve entregar o que sua linha de assunto promete. Se você enganar as pessoas para abrir um e-mail, elas vão ler, mas vão deletar em seguida. Falando sério, você não ganha nada com isso.

Então, não deixe de conferir e bater cada ponta do escopo do seu e-mail a começar pela escolha da linha de assuntos dos e-mails de vendas.

  • conecte os pontos
  • verifique a capacidade de entrega
  • conheça sua audiência
  • personalize a linha de assunto
  • texto em minúsculas
  • seja criativo

Use os dados a seu favor e melhore as taxas de abertura

Já parou para prestar atenção no desempenho de seus e-mails de vendas? Talvez você nem tenha pensado em realizar testes com seus e-mails, mas, podemos te alertar que pode ser uma ótima maneira de melhorar seus resultados. 

Confira algumas dicas e conselhos para realizar as melhores práticas ao configurar testes para de linhas de assunto dos e-mails de vendas:

  • Decida o que você deseja testar – Como você medirá o que está funcionando e o que não está? Você pode querer observar suas taxas de abertura e resposta primeiro.
  • Tenha uma ideia de quais métricas você está buscando – É importante definir metas quantificáveis ​​quando se trata desses testes. Se você não estiver vendo os resultados desejados, é hora de tentar algo diferente.
  • Escolha quantas variáveis você deseja experimentar – Quais tipos de linhas de assunto você acha que funcionarão melhor? Selecione alguns tipos e decida quanto tempo você deseja testá-los antes de ver seus resultados para comparação.
  • Não seja pego de surpresa – O que está funcionando agora não funcionará para sempre. Sempre desafie suas técnicas atuais, porque o tempo entre perceber que você está perdendo leads e encontrar um novo modelo que funcione pode durar meses. Não pare de testar só porque você encontrou uma coisa que funciona.
  • Acompanhamento dos destinatários – Para obter mais informações sobre seu público-alvo, considere entrar em contato com aqueles que abriram ou responderam aos seus e-mails para obter feedback . Pergunte o que os levou a abrir seu e-mail, o que eles gostaram e o que não gostaram. Esses dados qualitativos podem ser usados ​​para sua vantagem ao escrever e-mails futuros.

Conclusão

Se você ainda não tinha pensado como as linhas de assuntos dos e-mails de vendas tem seu peso na relevância do conteúdo que você entrega. É mais do que na hora de não deixar esse item passar.

Para ajudar você a montar um e-mail frio que gere valor e para engajar seu público, estamos disponibilizando o que fazemos nos e-mails aqui na Growth Machine. Quer saber como? Baixe o nosso material de Checklist de Cold Mail, com certeza a construção dos seus e-mails não será mais a mesma. 

Bora entregar valor!

assuntos de e-mail de vendas, e-mail, taxa de abertura

Growth Machine

Sobre nós

Inscreva-se

© 2019 Growth Machine. All rights reserved