Trabalho remoto: o que ninguém te conta!

Trabalho remoto: o que ninguém te conta! Mais empresas estão migrando seus times para o home office devido ao covid-19 e a obrigatoriedade do isolamento nesse momento. Isso significa que precisamos garantir novas formas de comunicação com clientes e também com nossa equipe. 

Aqui na Growth Machine, desde o nosso início como empresa já tínhamos parte de nossa equipe executando o trabalho remoto. Com a chegada de mais pessoas ao time, migramos para o nosso primeiro escritório, a equipe cresceu mais uma vez, estabelecemos que era a hora de montar nosso código de cultura e seguimos nos aprimorando. 

Você pode conferir mais sobre como construir o time dos sonhos nesse vídeo:

Sabemos dos desafios enfrentados em ambos lados, tanto no escritório quanto no home office. Manter a energia do time sempre elevada é outro desafio para quem gerencia equipes de alto desempenho. 

Nosso CEO, Thiago Reis, tem compartilhado conselhos, dicas e hacks no Linkedin sobre como trabalhar em ambientes remotos e como manter o time engajado durante temporadas difíceis, como vendas e marketing devem se manter superconectados para manter o controle e a saúde do negócio.

Mas estamos vivendo em tempos obscuros. É por isso que você precisa adicionar perguntas às conversas com seu time e também aos clientes:

  • Como você está agora?
  • Qual é o seu nível de ansiedade?
  • Quais são as suas preocupações atuais com amigos, família ou o mundo?

Essas perguntas são obrigatórias nesse momento incerto em que vivemos.

Lembre-se de que a situação no mundo está mudando constantemente. Tantos dos casos de coronavírus pelo mundo, e sobretudo, o quanto isso tem afetado os números da economia global.

Isso significa que as pessoas ao seu redor estão em constante estado de mudança. Se alguém disser a você hoje que está bem e não preocupado, na segunda ou terça-feira isso pode ser uma história completamente diferente.

Todas as nossas reuniões agora começam com uma seção de atualização pessoal. Na segunda-feira quando os diferentes times se reúnem para reunião de cultura e para discutirmos sobre as ações daquela semana, começamos falando sobre como estão cada um de nós, podemos agradecer por algo ou alguém, ou mesmo contamos algo que fizemos de diferente na nossa rotina que não seja relacionado ao trabalho. Isso ocorre antes de falarmos sobre atualizações de trabalho, problemas da empresa e nossas ações para cada projeto.

Por exemplo, quando eu me encontro com meu time de marketing, cada um deles faz uma atualização pessoal. Isso significa que sou capaz de ver como cada pessoa está, podemos assim, oferecer uma atenção ativa e o apoio necessário durante esse período de caos mundial.

Nossos gestores nos recomendaram para que buscássemos nos conectar com mais frequência para ver como todos estão na equipe e se alguém está precisando de ajuda.

Quando alguém está tendo dificuldades, você pode não perceber isso. E, francamente, você não pode esperar que eles busquem ajuda quando precisarem. De fato, quando alguém da sua equipe está tendo problemas, é provável que se retire para si mesmo do que pedir ajuda a você.

Acrescente a isso que muitas empresas estão com o trabalho remoto e você está perdido, sem saber por onde começar. Você não pode ver como seu pessoal está lidando com a situação e não pode fornecer a eles o apoio de que precisam.

Portanto, faça uma revisão com as pessoas com mais frequência do que você faria normalmente. Se você é gerente ou CEO, é seu trabalho incentivar esses conferes com suas equipes. No entanto, todos os colaboradores podem seguir esse conselho e fazer isso também com mais frequência para ver como os colegas de trabalho estão lidando com a crise.

Mesmo em meio a tantas mudanças e transformações em tão pouco tempo, podemos ver algumas vantagens que isso trará para as equipes a longo prazo.

Trabalho remoto mas unidos

Quando você inicia cada reunião falando sobre temas pessoais e individuais, sua equipe se torna unida. Fazer isso nos permite entender melhor cada situação e humaniza nossas relações.

Por exemplo, se alguém da equipe estiver passando por uma experiência especialmente estressante devido a essa pandemia global, você entenderá melhor porque eles estão mais devagar que o habitual, seja respondendo mensagens ou executando tarefas.

Quando nos importamos através do compartilhamento de situações pessoais, vemos que todos na equipe são humanos e estamos nessa situação juntos. Não precisamos enfrentar nada sozinhos.

As pessoas se sentem à vontade 

Isso por si só é um grande alívio do estresse e ajuda você a vencer a guerra emocional. Ao fornecer um espaço livre de julgamento para expressar preocupações, você oferece à sua equipe a oportunidade de aliviar parte da pressão que se acumulou em suas vidas nas últimas semanas. Está com o trabalho remoto, então, não perca isso de perspectiva.

Não passamos por preocupações sozinhos

Muitas vezes, sentimos que estamos sozinhos, esperando quando essa situação chegará até nós, ainda que estejamos seguindo cada recomendação da OMS e do governo local. Pensamentos assim, geram ansiedade e baixam a produtividade. No entanto, isso na maioria das vezes é uma suposição desnecessária e que nos pune e distrai gradativamente no nosso trabalho diário. Manter o foco e a concentração fica mais complicado.

Em uma reunião recente, conversando com os membros do nosso time, percebi que todos temos preocupações semelhantes. Apesar de não estarmos tão preocupados com a gente ou com nossa família, muitos estão preocupados com os pais, avós ou outros que estão em um grupo de risco. Não percebemos que essa era uma preocupação comum da equipe até conversarmos sobre isso juntos.

Ao compartilhar nossas situações pessoais, encontramos força uns nos outros e nos sentimos mais abertos e à vontade com a equipe.

Estabelecemos horários durante o trabalho remoto

Não precisamos fingir que nada está acontecendo, porque está. Temos muitos clientes e parceiros preocupados com seus negócios nesse exato momento. Nós mesmos, pensamos em como lidamos com tudo que está acontecendo com todo o trabalho remoto que estamos fazendo.

Nossos gestores se reuniram, formaram planos de ação para cada time. Mantivemos nossas reuniões ativas e nossos compromissos com clientes mantidos de forma remota.

Mesmo com o trabalho remoto, nem nos nossos melhores dias, experimentamos de um faturamento histórico como agora. Temos vivido tempos difíceis, mas nunca nos empenhamos tanto e com tanto desejo de ajudar ao máximo de empresas que pudermos. No meio do caos, estamos enxergando oportunidades no trabalho remoto. 

Ao iniciar nossas reuniões com uma atualização pessoal, reconhecemos que não estamos bem, mas estamos juntos nessa e todos vamos superar.

Entenda como seu time comercial pode ser afetado com a crise do Coronavírus e o que fazer. Veja no vídeo abaixo.

Nosso trabalho não é e nunca vai ser dentro de uma bolha totalmente desconectada do que acontece lá fora e na vida pessoal de cada um de nós. O mundo e as notícias estão impactando vidas e negócios como nunca essa geração viu. Mas conversar sobre essas coisas nos ajuda e também nossos times a se concentrar mais no trabalho, e manter o foco de que como toda crise, essa também irá passar. Para os times de vendas, então, isso é vital. 

Portanto, se você é CEO, gestor de área e colaboradores: conectem-se com outras pessoas antes de falar sobre trabalho.

Quando dedicamos tempo de qualidade para investir em atenção com o outro, tornamos o mundo um lugar melhor,  mesmo com uma pandemia à solta. Não estamos sozinhos mesmo com o trabalho remoto.

Por isso, quero te convidar para estar com a gente no Laboratório Prospecção de Clientes nos dias 02, 06 e 08 de abril às 10h. Vamos dar um passo a passo de como manter seu negócio vivo mesmo com a crise. Inscreva-se aqui.

 

home office, produtividade, trabalho remoto

Growth Machine

Sobre nós

Inscreva-se

© 2019 Growth Machine. All rights reserved