Como Vender Mais

Vendedor externo: O que faz e como se destacar

Você tem ideia de quais atribuições o vendedor externo possui? Leia esse artigo que entenderá a sua relevância para o time comercial.

Thiago Reis

Escrito por

Thiago Reis

, em

26/4/2021

A área de vendas de uma empresa pode ser considerada uma das mais importantes por lidar diretamente com o cliente e, também, o funcionamento da empresa.

Além disso, é possível dizer que é bastante complexa por envolver diversas etapas da jornada de compra, por isso é necessário ter muito planejamento na hora de executar as tarefas comerciais.

Dito isso, conseguimos pensar em vários profissionais com funções diferentes na área de vendas e isso pode confundir muitas pessoas.

Neste artigo, irei te explicar o que faz um vendedor externo, quais requisitos para trabalhar nessa função e como se destacar no mercado.

Boa leitura!

O que faz um vendedor externo?

É função do vendedor externo realizar atendimentos e negociações com clientes externos. 

Além disso, outras atribuições deste profissional é elaborar propostas comerciais, abrir novas oportunidades, bem como novos clientes.

Vou listar mais algumas funções do vendedor externo no mercado:

  • Finalização de vendas;
  • Demonstração de produtos;
  • Acompanhamento da entrega de produtos;
  • Fechamento de novas vendas e contratos;
  • Negociação de preços, prazos, condições de vendas e descontos.

Deu pra entender as principais funções deste profissional dentro de uma organização?

Vale destacar que, a palavra “externo” é pelo fato da pessoa atuar fora da empresa, visitando os clientes em suas casas ou empresas.

Contudo, não significa que trabalhando fora da empresa, este profissional não tem horários a serem realizados.

Afinal, as atribuições de um vendedor externo são semelhantes às dos outros funcionários. Assim, também possui horário, prazos e metas a cumprir.

Outro ponto importante a ser dito é que o vendedor externo também estabelece relacionamentos com toda a área de Vendas e Marketing, além de auxiliar nas vendas online.

Áreas de atuação

A área de atuação dos vendedores externos é bem vasta, englobando diversos tipos de empresas ou indústrias, como por exemplo lojas de varejo e atacado, e-commerce, estabelecimentos autônomos, fábricas, entre outros.

Qual é a diferença entre um vendedor externo e um representante comercial?

É comum achar que vendedores externos são representantes comerciais, mas ambos possuem diferenças específicas, essas que irei destacar aqui para você não se confundir.

Primeiramente, há uma diferença entre vínculo empregatício das duas categorias. O vendedor externo possui vínculo com a empresa, o representante comercial não é um funcionário registrado.

Sendo assim, o vendedor externo possui horários a serem cumpridos, já o representante tem mais autonomia.

Em contrapartida, outra diferença é que o vendedor possui salário fixo, não dependendo da performance, o representante recebe o seu salário de acordo com as vendas feitas.

Além disso, o Representante Comercial tem a obrigação de se registrar no CORE, Conselho Estadual de Representantes.

Nesse vídeo, você verá como contratar vendedores de alta performance para brilhar no time comercial:


12 dicas para ser um ótimo vendedor externo

Mas é claro que eu iria te listar algumas formas de se tornar um vendedor externo de destaque em qualquer empresa ou indústria.

Já separa essas dicas em algum lugar para nunca esquecer. Tenho certeza que te ajudarão demais!

  1. Saiba com profundidade a solução oferecida;
  2. Tenha sempre em mente o perfil de cliente ideal;
  3. Atente-se para identificar quem são os tomadores de decisão;
  4. Analise e estude os seus prospects;
  5. Paciência e perseverança são fundamentais;
  6. Nada de mentir para seus clientes, isso não te torna um ótimo vendedor;
  7. Pratique táticas para contornar objeções;
  8. Desenvolva e aprimore habilidades de relacionamento interpessoal;
  9. Invista na sua formação;
  10. Zele pela boa imagem da empresa que você representa;
  11. Gerencie seu tempo;
  12. Faça uso de um bom software de CRM.

Ao ler, parece ser fácil, mas entenda que é preciso dedicar um bom tempo para você conseguir colocar tudo isso em prática. 

Porém, saiba que ninguém é perfeito e, independente da empresa que entrar, seus gestores vão te ensinar as formas corretas de vender no modelo de negócio proposto. 

Cada empresa ou indústria possui suas particularidades, então esteja sempre aberto a novos aprendizados e vivências.

Mas afinal, quanto ganha um vendedor externo?

Segundo o site Vagas.com, um vendedor externo ganha, em média, R$ 2.614. 

Entretanto, vale dizer que é possível esse valor variar de acordo com a porcentagem de comissão, a região do país e também o tipo de produto ou serviço vendido.

Outros dados importantes a serem ditos - ainda de acordo com o Vagas - é que 14% dos vendedores externos eram vendedores antes de mudar de categoria. E do total de vendedores externos, 3% se tornam Supervisor de Vendas, podendo chegar a Gerente de Vendas ou Gerente Comercial.

Grandes oportunidades de crescimento, né?

Mas calma, antes de qualquer coisa, vou te informar os requisitos para trabalhar como vendedor externo.

Requisitos

Eu arrisco dizer que o principal é a autogestão

Porque, se formos analisar, o que faz um vendedor externo? 

Diante de tudo que leu até aqui, consegue concluir que esse profissional passa o dia na rua, buscando novos clientes e oportunidades. 

Por consequência, é necessário saber administrar bem o tempo, visando otimizar o trabalho.

Além disso, ser organizado e ter empatia são outros requisitos extremamente importantes, uma vez que precisará ter o contato presencial com clientes, sabendo que existem pessoas com personalidades e características distintas.

A disciplina e a visão estratégica do mercado, são formas fundamentais para o profissional poder criar estratégias de alcançar e impactar novos clientes, para convertê-los em vendas.

E por último, mas não menos importante, a capacidade de comunicação, negociação e persuasão. 

Capacidades que facilitam o vendedor externo a realizar suas funções como vendas maiores e mais complexas, desenvolvendo um relacionamento com o cliente de forma mais profunda.

Ah, e como o vendedor externo vai passar grande parte do dia na rua, precisa estar sempre com uma boa apresentação.

Esse motivo se dá pelo fato de ser o principal representante da empresa, precisando expor os valores que ela traz consigo. 

Desse modo, preocupar-se com a imagem que irá passar aos clientes é necessário.

Conclusão

Espero que você tenha entendido, de fato, o que um vendedor externo faz diariamente e como ser um destaque, independente do ambiente de trabalho.

Além de ser fundamental entender com profundidade a solução da empresa, o profissional precisa ser ótimo em autogestão, pois como passa muito tempo na rua, não terá alguém diretamente avisando sobre suas tarefas.

Outro ponto importante para você que quer seguir com essa carreira ou apenas quer entender mais, é sobre a imagem que esse profissional precisa passar.

Como trabalha presencialmente, a boa aparência e postura são fundamentais, e para isso, vou disponibilizar um Checklist de Marca Pessoal, para começar a trabalhar desde já a sua imagem ao externo.

Vale lembrar que não é só um vendedor externo que precisa trabalhar a marca pessoal, mas todos os profissionais hoje em dia.

Então, não perca tempo e trabalhe melhor como você quer ser visto pelas pessoas.


Thiago Reis

CEO da Growth Machine

Conteúdos que você pode gostar.

Receba nosso conteúdo
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.